Se preparando para o show – Lollapalooza 2018

A sétima edição do Lollapalooza Brasil está chegando! Dessa vez com várias novidades, principalmente porque esse ano serão três dias de festival, de 23 à 25 de Março o Autódromo de Interlagos será palco para muita música e diversão. Eu já estou ansiosa e você? Então bora se preparar para curtir ao máximo mais esse festival!

INGRESSOS

Fato que esse ano será insano pois pela primeira vez, desde que o evento se mudou do Jockey Club São Paulo para o Autódromo de Interlagos, ele tem ingressos esgotados! Pois é, o primeiro dia a esgotar foi o sábado o que fez com que o pass também esgotasse, em seguida foi o domingo, mas ainda tem ingressos para sexta.

O Lolla tem parceria com clientes Bradesco e Next, você pode comprar o Lolla Day com um descontinho (inteira R$ 720, meia-entrada R$ 360) no site da Ticket For Fun. Para público geral os ingressos custam R$ 800 inteira e R$ 400 meia-entrada. O Lolla Lounge ainda tem ingressos disponíveis para sexta e domingo, clientes Bradesco R$ 1.310 inteira R$ 950 meia-entrada, para público geral R$ 1.390 inteira e R$ 990 meia-entrada.

Infelizmente não tem mais a opção da entrada social, onde doando uma quantia pequena para o Criança Esperança você pagava o valor da meia-entrada.

ONDE COMPRAR / RETIRAR

A empresa responsável pela venda dos ingressos é a Ticket For Fun, em São Paulo são sete pontos de vendas oficiais, mas o único lugar onde você não paga taxa de conveniência é no Citibank Hall. A opção de receber a sua pulseira em casa só é possível quando feito a compra pelo site, se comprar pelos pontos de venda você precisa retirar nos pontos de troca que são três: Citibank Hall, Top Center na Av. Paulista e no Memorial da América Latina na Barra-Funda.

LOLLA CASHLESS BY NEXT

Eu sou fã dessa inovação de pulseira cashless porque nas edições anteriores onde a gente tinha que comprar a fichinha eu vivia perdendo elas, ou destruindo mesmo porque você amassa, molha, não lembra onde guardou enfim, mas agora com a cashless é só sucesso e funciona bem mais rápido na hora de concluir a compra, ou seja menos fila, logo, mais tempo para aproveitar o dia.

Assim que você estiver com a sua cashless em mãos é hora de registrar ela para poder entrar no festival e fazer suas compras lá, de qualquer coisa, desde as comidas até produtos oficiais. Clique aqui para registrar sua pulseira lolla cashless by next. Se por acaso sobrar um dinheirinho depois do festival, você pode pedir o reembolso (com uma taxa de R$ 5) pelo site até o dia 7 de Abril e você precisa do número da sua pulseira, então guarde ela! (guarde de lembrança pra vida também).

Vale lembrar que o Lolla Money (não lembro se era esse nome mesmo haha) não vale R$ 1 pra R$ 1 pelo menos não até ano passado, não encontrei os valores mas era tipo dólar, então vale a pena fazer uma poupança nos próximos dias para gastar lá.

Pulseira pronta, agora vamos falar do festival!

QUANDO/ONDE

O Lollapalooza acontece dias 23, 24 e 25 de Março, o penúltimo final de semana do mês no Autódromo de Interlagos em São Paulo.  O evento disponibiliza um transfer que sai de dois pontos da cidade, e volta para os mesmos, o Hotel Hilton Morumbi e Hotel Transamérica Higienópolis com horário marcado no valor de R$ 100. Caso precise deixar o carro lá, tem o estacionamento no valor de R$ 12 no Transamérica, R$ 40 no Hilton na sexta-feira e R$ 15 no final de semana. Tem o estacionamento do Autódromo também R$ 120, comprando o voucher no site da Ticket For Fun.

Mas por experiência própria, o melhor jeito apesar da muvuca pra ir e voltar do Lolla é o transporte público, no caso o trem. A estação Autódromo (Linha 9 Esmeralda) fica bem pertinho, uns 10min caminhando no máximo bem lentamente. O horário de funcionamento da estação de sexta até 23h30, sábado e domingo até às 24h, e até à 1h da manhã é possível fazer a integração para a estação Pinheiros do metrô no final de semana. Neste link você encontra várias opções para fazer a melhor rota pra você chegar no festival! Dica: compre o bilhete da volta antecipado para não pegar fila!

O FESTIVAL

 

Eu sou apaixonada pelo Lollapalooza desde a primeira vez que fui em 2014. De lá pra cá fui em todas as edições mas só ano passado eu comprei para os dois dias e foi a melhor coisa que eu fiz. O Lolla tem uma energia incrível, uma vibe maravilhosa que conecta todo mundo de todos os estilos de todos os lugares. Eu passo o ano colocando dinheiro no cofre de shows pra já comprar o ingresso no primeiro lote independente do line-up e fico ansiosa pra chegar Março, todo ano. Se eu pudesse eu abraçaria ele.

Essa edição tem novidades, agora o palco principal e cerveja oficial fica por conta da Budweiser (amei), espero que façam copos personalizados incríveis porque apesar de não gostar de Skol, eles faziam copos legais e eu preciso manter minha coleção, né?!

Gosto de chegar cedo no Autódromo para fazer aquele tour, tem muita coisa que rola lá dentro além dos shows e vale a pena dar uma conferida, e garantir uns brindes, como por exemplo no stand da Fusion sempre tem copo e energético de graça. Tem o Lolla Store e o Lolla Market pra fazer umas comprinhas, o Market tem diversos serviços como loja de roupas até tatuagens. E tem os brinquedos que eu confesso que acho legal pra decoração mas não acho válido perder tempo na fila pra isso. Filas, sim o Lolla tem muita fila pra tudo, então a parte de chegar cedo é legal pra você ver essas ações e não perder os shows depois. Pra comer tem o Chef Stage e vários Food Trucks espalhados por lá, mas eu confesso que só como a batata frita e pastel que no máximo eu gasto R$15.

Além dos três dias de festival, o Lollapalooza tem mais dois eventos: Lolla Parties e o After Party. Todas as informações você encontra nest post sobre a Semana Lollapalooza Brasil 2018. 

O QUE LEVAR

São coisas simples, o pass (vale lembrar que uma vez que você coloca a pulseira ela não sai! então só aperta ela no dia do festival) documentos pessoais, pode entrar com bolsa ou mochila, copos de água fechado, protetor solar e labial, canga pra sentar ou você pode sentar na grama, no barro, que mesmo que não chova o povo derruba cerveja e transforma em barro, capa de chuva ou faz como eu “tá na chuva pra se molhar”, câmera fotográfica só não pode ter lente descartável que eles barram na porta. Comidinhas embaladas, pacote fechado, mas use o bom senso não leve um pack para piquenique, né?! Só pra não desmaiar também, ficar hipoglicêmico. E carregador portátil é muito útil também. Óculos escuro e boné também pode. Qualquer outra coisa que não contei aqui é da lista do não pode, viu?

COMO EU ME PREPARO

Não tenho segredos para curtir o festival e eu sempre curto muito. Como eu disse, mesmo se o dia só fizer sol, lá em Interlagos tem muita grama nem tudo é asfaltado, principalmente a pista, então eu gosto de ir de bota, aquelas tipo coturno/galocha, assim você não perde o seu sapato pro festival. Vou de mochila, pra guardar os brindes, e pra levar meus itens básicos (documento, carregador portátil, bilhete do metrô e câmera). Não precisa levar dinheiro porque é tudo na cashless. Canga é uma boa mas sempre esqueço de usar até porque eu esqueço de sentar. Já tentei levar barrinha, chocolate essas coisinhas mas não funcionou pra mim, eu vivo a base de cerveja, batata frita e pastel, mas eu tomo um belo café da manhã. Roupas leves e confortáveis mas aquele casaco amarrado na cintura, que além do charme no look, protege do friozinho que faz a noite. Protetor solar é muito importante, ano passado eu passei pouco e fiquei tostada a ponto de estranhos me oferecerem protetor hahaha. Lenço de papel para o banheiro também, e só.

LINE-UP

São 72 bandas, 4 palcos (Budweiser, Onix, Axe, Perry’s by Doritos). Tem um app disponível onde você consegue fazer o seu roteiro de show. Claro, sempre tem aquelas bandas que tocam no mesmo horário e a gente quer ver e a gente sofre, e a gente anda muito! Os palcos são consideravelmente longe um dos outros então sim, se prepare para andar.

Os shows em todos os dias começam às 11h45 e acabam às 23h, só domingo que o The Killers fecha 22h30. O que eu gosto muito em festival, é conhecer bandas novas. Claro que fiquei muito feliz quando saiu o Line-up e alguns nomes me deixaram bem animada, mas estou curiosa demais esse ano porque tem muita banda que eu não conheço.

Essa semana houve alteração no line-up devido ao cancelamento do rapper Tyler, The Creator por motivos pessoais. Em seu lugar entra a cantora norueguesa Aurora.

Esse é o meu resumão sobre o Lollapalooza, espero que tenha ajudado! Dá uma olhada no vídeo da edição anterior, deixa seu comentário sobre o que achou do post. Você vai? Quem sabe a gente encontra lá!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.